• Você também já ficou com aquela duvida, se reforma ou não, seu imóvel, para vender?
    ?
    Com certeza as Reformas podem valorizar e ou facilitar a venda de um imóvel inclusive elevando o seu preço de mercado!
    ?
    Vamos dar a seguir algumas Dicas e Orientações sobre o assunto, porém lembramos de que a Avaliação de um Especialista em Reformas e de um Corretor de Imóveis conceituado é importante na decisão!
    ?
    A) Como executar uma REFORMA PARCIAL, de menor valor, deixando o seu imóvel mais atrativo para a Venda.
    (Estimamos um Gasto de 2 a 3% do valor de venda do imóvel).
    ?
    Detalhes a observar, revisar e executar:
    1- Eliminar qualquer tipo de infiltração e ou vazamento com posterior restauração da pintura;
    2- Eliminar pinturas estufadas ou soltando bem como furos de parafusos nas paredes;
    3- Revisar pisos de porcelanato e pedras quebrados ou trincados;
    4- Raspagem e aplicação de resina nos pisos de madeira (gasto de R$ 50/m2);
    5- Pintura em bom estado no interior e exterior, bem como nos muros. Obs.:Mesmo que não faça a pintura geral é muito Importante que a mesma esteja em bom estado, Eliminando marcas de vazamentos, infiltrações, etc;
    6- Revisar as esquadrias de madeira ou metálicas para abrirem e fecharem normalmente, sem travar ou com ruídos;
    7- Manter a piscina sempre com bom visual com água limpa e tratada, esse é um dos pontos mais observados para que vai comprar o seu imóvel;
    8- Executar manutenções no paisagismo do imóvel deixando as plantas e gramas verdes e viçosas;
    9-Executar com máquina de pressão tipo lava-jato, a limpeza de todos pisos externos e das telhas do telhado se as mesmas forem visíveis da rua;
    10- Manter o imóvel sempre muito bem limpo e com um cheiro agradável utilizando um produto de limpeza e aroma;
    11-Revisão do funcionamento da parte elétrica e hidráulica.
    ?
    B) Como executar uma REFORMA COMPLETA, Atualizando o seu imóvel todo!
    (Como já dissemos, precisa ser bem avaliado por Especialistas da área de construção e da área imobiliária, in loco!)
    ?
    Detalhes a observar, e considerar:
    1- Idade e estado geral de conservação, considerando pintura, telhado, pisos, armários, hidráulica e elétrica;
    2- Facilidade para reforma, considerando layout, níveis, desníveis e escadas;
    3- Arquitetura interna e externa amigáveis (traços retos) ou não (recortes e curvas);
    4- Existência de área gourmet e ou churrasqueira;
    5- Elaboração e projeto arquitetônico da reforma;
    6- Troca de pisos e revestimentos em porcelanato, raspagem e aplicação de resina onde for madeira;
    7- Substituição das esquadrias de madeira para alumínio ou PVC;
    8- Execução da Pintura interna e externa;
    9- Revisão elétrica com substituição de todos os interruptores e espelhos das tomadas;
    10- Revisão hidráulica com substituição de todos os metais e louças;
    11- Instalações de Ar-Condicionado e Aquecimento Solar;
    12- Instalação de gesso drywall se for o caso;
    13- Instalação de armários novos ou deixar sem Armários. (Recomenda-se pelo menos na cozinha e gourmet);
    14- Revisão do revestimento da piscina, iluminação de Leds e revisão da casa de máquinas;
    15- Executar projeto de paisagismo;
    16- Custo da reforma detalhado e valor do orçamento da reforma completa;
    17- Estimativa de adicional ao preço de venda após reforma ou atualização de 30% (ou mais) do valor de venda do imóvel ao término da obra.
    ?
    Observações importantes na Reforma Completa:
    1-Reformas incompletas não é recomendado. Fica no meio do caminho apresentando o imóvel com partes atualizadas, porém as não atualizadas, se destacam;
    ?
    2-Para elevar o padrão da reforma e aparência final do imóvel, recomendamos também o acompanhamento de profissionais da área para planejamento e para execução dos serviços como arquiteto ou empresa do ramo;

    3-Modernizar ambientes seguindo as últimas tendências do design internacional, está cada vez mais acessível ao consumidor. Compradores atuais buscam ambientes clean, arejados, com boa entrada de iluminação natural, materiais inteligentes que facilitem a limpeza diária e conservação ao longo dos anos;

    4-A utilização de madeiras e outros produtos de origem sustentável, pinturas com texturas variadas e papéis de paredes personalizados são as tendências mais fortes da decoração;

    5-Atenção para a escolha de cores na hora de renovar a pintura. Limite o use de estampas e cores fortes, sempre levando em consideração que tons claros expandem o ambiente e os escuros dão a sensação de espaços menores, que pode prejudicar a venda do imóvel;

    6-Algumas ideias de decoração ou a utilização de materiais tecnológicos valorizam ainda mais o imóvel e nem sempre significam grande investimento;

    7- Procure empresas especializadas e confiáveis que trabalhem com profissionais capacitados e que forneçam mais segurança e garantia para os serviços prestados.

    C) Não fazer nenhuma REFORMA:

    Alguns Imóveis não permitem uma fácil reforma. São Complexos tanto no Layout como na arquitetura apresentando muitos recortes, excesso de desníveis e escadas.

    Linhas não retas na arquitetura, pé direito baixo além de estarem muito mal conservados. Qualquer reforma não agregará valor ao Imóvel.

    É preferível trabalhar na redução do preço pedido para a Venda.

    Nestes caso recomendamos não fazer nenhuma reforma e somente manter o imóvel limpo e com a melhor apresentação visual possível, sem investir!

    Elaborado por: Aroldo Dutra Garcia - Engenheiro, Construtor e Proprietário da Imobiliária Apriori em Alphaville.





    31 de Outubro de 2018 09:55






















23 de Outubro de 2018 12:11














15 de Outubro de 2018   17:00
























31 de Agosto de 2018 17:06






















31 de Agosto de 2018 17:04


























06 Agosto de 2018 13:36


















23 Julho de 2018 14:56






12 Julho 2018 14:24




















23 Março 2018 14:07

















05 Março 2018 16:17


01 Março 2018   14:36


07 Fevereiro 2018/ 09:43


09 Janeiro 2018 | 14h07 




 02 Janeiro 2018 | 15h16 

Caixa reabre linha de financiamento imobiliário mais barata

A modalidade tem a menor taxa de juros para quem não se enquadra no programa Minha Casa, Minha Vida

Redação                                                                                                                             


Fachada de empreendimento na Vila Anastácio. Foto: Felipe Rau / Estadão

A Caixa retomou nesta terça-feira, 2, a linha de financiamento habitacional Pró-Cotista, que havia sido suspensa em junho do ano passado. A modalidade oferece taxa de juros de 7,85% (clientes com débito em conta ou conta-salário) a 8,85% ao ano – é a menor para quem não se enquadra no programa federal Minha Casa, Minha Vida

Estão aptos à linha trabalhadores que possam comprovar um período mínimo de 36 meses de trabalho sob o regime do FGTS (não necessariamente consecutivos) ou saldo em conta vinculada de, ao menos, 10% do valor do bem a ser financiado.

Além disso, não é permitido ser proprietário de imóvel na cidade (ou região metropolitana) onde mora ou trabalha, tampouco possuir financiamento no Sistema Financeiro da Habitação (SFH) em qualquer parte do País. 

http://economia.estadao.com.br/blogs/radar-imobiliario/caixa-reabre-linha-de-financiamento-imobiliario-mais-barata/

Tire suas dúvidas